Reitora da Unesc recebe a honraria máxima da enfermagem no Brasi

30/09/2021

A atuação profissional da reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, tem destaque reconhecido e ganha notoriedade em nível nacional no Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). Luciane, enfermeira por formação, foi a indicada do Conselho Regional de Enfermagem (Coren) de Santa Catarina ao prêmio Anna Nery, honraria concedida a profissionais com exercício profissional exemplar no Brasil. A entrega do prêmio ocorreu na noite desta quarta-feira (29/9) durante a programação do 23º Congresso Brasileiro dos Conselhos de Enfermagem (CBCENF) realizado em Florianópolis. Cada um dos Conselhos Regionais indiciou um profissional da área para receber o prêmio.

Luciane Ceretta é mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e doutora em Ciências da Saúde pela Unesc, instituição na qual exerce o segundo mandato enquanto reitora. A nomeação da liderança universitária ao prêmio, conforme o presidente do Coren-SC, Gelson Albuquerque, é mais que merecida. “Nosso reconhecimento à ciência e à pesquisa neste momento de pandemia”, ressaltou. Para a reitora, a indicação do Conselho para a premiação de altíssimo nível lhe assegura o compromisso ainda maior de seguir honrando a profissão que lhe proporcionou os primeiros passos no universo acadêmico e na área da saúde, pela qual é apaixonada. “Cada etapa da minha carreira profissional teve como palavra de ordem a dedicação. Enquanto enfermeira, professora, pró-reitora e reitora, além de tantos outros papéis já desempenhados, me ajudaram a construir uma carreira sólida. Se posso deixar lições e exemplos, que sejam a busca pelo bem comum e o melhor para a sociedade”, destaca, emocionada.

Para a presidente do Cofen, Betânia Santos, a premiação representa uma oportunidade de reconhecimento aos profissionais pelo significativo trabalho desenvolvido em prol da enfermagem brasileira. “Essas personalidades homenageadas refletem o protagonismo exercido pela categoria, especialmente na pandemia, momento em que o papel essencial da enfermagem para o andamento dos bons serviços de saúde ficou ainda mais evidente”, aponta.
Anna Nery, que empresta seu nome à premiação, foi a pioneira da enfermagem no Brasil, e viveu no século 19. A primeira escola oficial de enfermagem no Brasil tem o nome dela, e foi instituída em 1923. O presidente Getúlio Vargas oficializou, em 1938, o Dia do Enfermeiro que é celebrado em 12 de maio, em referência a Anna Nery. Em 2009 ela foi a primeira mulher a entrar para o Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria.
Currículo extenso

Luciane Bisognin Ceretta tem experiência na área de saúde coletiva, com ênfase em saúde pública e educação na saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento e gerência de serviços de saúde, epidemiologia, atenção às doenças crônicas não transmissíveis (diabetes e hipertensão arterial) e docência na saúde. É ainda articuladora da Comissão de Integração Ensino e Serviço da Região Carbonífera de SC (CIES).
Na pesquisa, dedica-se aos estudos com doenças crônicas, especialmente diabetes, estudos epidemiológicos e processos de gestão e de educação permanente em saúde. Atualmente, além de reitora da Unesc, é pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva – Mestrado Profissional.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novidades no seu e-mail