Os motivos de Geovânia, Raimundo bate, governo rebate; veja os destaques de hoje

19/01/2022

Os motivos que levaram Geovânia de Sá a deixar a presidência de seu partido em Santa Catarina vão além do que foi dito oficialmente. A parlamentar informou que a troca de comando ocorreu para que ela pudesse focar na sua pré-campanha à reeleição para deputada federal.

O PSDB reuniu-se em Florianópolis nesta terça-feira (18) e nomeou Rogério Pacheco, prefeito de Concórdia como presidente do partido no estado, após o pedido da deputada para deixar o comando tucano.

Outra opção no PSDB

Desde a reunião do partido que aconteceu em dezembro, também em Florianópolis, Geovânia enfrenta um momento delicado junto à sua Igreja, a Assembleia de Deus, de onde sempre recebeu apoio e fez boa votação. O motivo? O apoio que a parlamentar declarou ao então pré-candidato à presidência, Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul. A partir daquele momento, outros nomes começaram a surgir no meio evangélico como alternativa à Geovânia de Sá para a câmara federal. Como não bastasse a estratégia atrapalhada de declarar apoio a Leite, quem venceu as prévias foi João Dória e Geovânia não quer fazer campanha para o tucano. Desta forma, passar o bastão para o colega de partido, foi a solução encontrada para evitar desgastes maiores.

Raimundo Colombo diz que o IPVA aumentou

Na tarde desta quarta-feira (19), o ex-governador Raimundo Colombo (PSD) fez uma publicação no twitter e disse que o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) sofreu um reajuste de 27% em Santa Catarina.

Governo disse que isso é fake news

Também durante a tarde, o Governo divulgou uma nota que veio ilustrada com uma imagem onde estava escrito: “não compartilhe fake news” e disse que isso não é verdade. Veja um trecho do texto:

“Circulam pelas redes sociais informações de que o governo de Santa Catarina teria reajustado o valor do IPVA. Isso não é verdade.

A alíquota do imposto no estado continua a mesma: varia entre 1% e 2% do preço de mercado do veículo. São os percentuais mais baixos do país. Apesar da valorização dos preços dos carros, o tributo pago em Santa Catarina é inferior – em muitos casos a metade – do pago na maioria dos estados, como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul e até Minas Gerais (usada como comparação em uma das fake news que circulam por aí).”

Bruno Souza confuso

O deputado estadual Bruno Souza (NOVO), também usou as redes sociais para aproveitar o embalo da polêmica. Ele mencionou a nota divulgada pelo governo e disse que “A VERDADE: basta você conferir o valor do documento e comparar com o do ano passado. Aí você vê quem realmente está distorcendo os fatos”. Mas depois desdisse: “De fato, não houve reajuste na alíquota – mas houve sim aumento no imposto. O IPVA é cobrado com base no valor dos carros. Como os preços subiram em até 20%, o imposto subiu também”.

“Te controla, deixa um pouco pra mais tarde”

O prefeito Clésio Salvaro (PSDB), publicou um vídeo nas redes sociais comemorando o baixo índice de mortalidade infantil em Criciúma que hoje é de 6,9%, ficando atrás apenas de Florianópolis, que tem 6,8%. No vídeo ele diz que o índice é bom mas dá pra melhorar e cita a importância da amamentação, da vacinação em dia e do pré-natal. E finaliza dizendo que há um ponto que preocupa que é o índice de gravidez precoce. “Te controla, deixa um pouco pra mais tarde”, ele diz no vídeo, em referência às mães que engravidam precocemente, a maioria ainda na adolescência.

Deixe seu comentário:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novidades no seu e-mail